domingo, 14 de agosto de 2016

9º Encontro de Jovens das CEBs

Nos últimos dias 06 e 07 de agosto, no Recanto Franciscano (Sítio Cruz) aconteceu o 9º Encontro de Jovens das CEBs. Com um grupo de 40 jovens e adolescentes partilhamos de maneira participativa sobre "Juventudes e Religião".
Com as assessoria de Frei Marcos Carvalho e Frei Pedro Junior, começamos nosso encontro na Capela de Nossa Senhora Senhora Aparecida fazendo memória do testemunho de Frei Juvenal e daqueles que nos ajudaram a iniciar na missão profética e evangelizadora. Durante a manhã filosofamos sobre as religiões e seus papéis na sociedade, mapeando suas principais características.
Durante a tarde uma tempestade de ideias ajudou a construir o conceito de juventude, e de religião, construindo um caminho entre os dois. Nos grupos com o texto de Solange Rodrigues, Como a juventude brasileira se relaciona com a Religião? os jovens foram estimulados a pensar sobre suas experiencias religiosas, e como aproximar mais a religiosidade do ser jovem.
A noite muita brincadeira, e um momento especial para comemorar o aniversário de Francisca (Chi) - amiga e companheira da Comissão de CEBs e que tanto se dedica a este Recanto Franciscano.
Na manhã do domingo a provocação foi em torno da ação evangelizadora, como valorizar e potencializar as ações nas comunidades. As 10:00h participamos da Missa com a comunidade que terminou na Capela de Nossa Senhora Aparecida, homenageando a Frei Juvenal pelo dia do Padre.
Que bons frutos possam surgir dessa experiencia, acompanhe os registros:




segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Nossa vida é uma história - Maria Fidélis


1- Nossa vida é uma história
Dificil de entender
O que o destino revela
Não podemos esconder
Nesta bonita ampliada
Vamos seguir a jornada
E os trabalhos resolver


2- Se encontrar com vocês
É mais do que Alegria
É algo tão importante
Para o nosso dia a dia
É nossa realidade
Levar pra comunidade
E repassar as famílias


3- Cada assunto diferente
Nos grupos a se expressar
Porque nas CEBs é assim
Todos tem vez de falar
Isto é prova de união
De viver como cristão
Quem na vida sabe amar


4- As CEBs são as famílias
E as comunidades
As CEBs são a Igreja
Na partilha e na unidade
É o povo undo lutando
E em grupos se organizando
Isto é CEBs de verdade.


5- Mas para se ter um presente
Tivemos um bom passado
Teve alguém que começou
Deixou semente planatada
Os feitos do querido irmão
Que se estendeu pelo chão
E por nós é cultivado.


6- Fatos e realizações
Na missão ele afirmou
Não temeu dificuldade
Sempre foi um lutador
Disso somos conscientes
Trabalhar com muita gente
Tem que ter calma e amor






7- Quando ele chegou no céu
Que se encontrou com Jesus
Ficou logo iluminado
Com a claridade da luz
Luz da fé e da verdade
Do amor e da amizade
Que levou do Sítio Cruz

8- Afinal não só daqui
Mas todo lugar que andou
Ele era revestido
De carinho e de amor
Ele não era qualquer padre
Era padre da amizade
Que seus fiéis conquistou.

9- Nos seus planos de encontro
Combinava bem com Cida
Pois ela para ajudá-lo
Dedicou a sua vida
E pra ela mais alegra
Veja bem onde ele está
Com a Mãe Aparecida.

10- Quem viveu fazendo o bem
Nunca sai do nosso lado
Ele morreu para a carne
Mas no coração é lembrado
Pois vamos nos dar as mãos
Fazer uma oração
E por ele ser abençoado. 

segunda-feira, 18 de julho de 2016

CARTA FINAL DO 7º NORDESTÃO DAS CEBs

Nas quentes terras de Teresina-PI, entre os dias 07 e 10 de julho de 2016, as Comunidades Eclesiais de Base - CEBs - do Nordeste estiveram reunidas na OLARIA DAS COMUNIDADES em seu 7º Nordestão. O encontro aconteceu como preparação ao 14º Intereclesial de CEBs que realizar-se-á em Londrina-PR, em janeiro de 2018. Por isso refletimos o mesmo tema, a partir da realidade nordestina: "CEBs no Nordeste e os desafios do mundo urbano", e o lema: "Eu vi e ouvi os clamores do meu povo nordestino e desci para libertá-lo".

Participamos cerca de quatrocentos delegados e delegadas, vindos/as dos nove estados do Nordeste; ficamos edificados/as com a presença de nove bispos, e o representante da CNBB no Setor CEBs, leigo/as, sacerdotes e religiosas e membros de outros credos. Fomos muito bem recebidos/as pelo arcebispo de Teresina Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho, pela Comissão de CEBs e pelas famílias e comunidades hospedeiras. Quantas pessoas integraram as equipes de serviço. Foi emocionante ouvir Dom Miguel Fenelon Câmara, bispo emérito de Teresina, que no auge de seus 91 anos, falou com entusiasmo sobre as CEBs.

Vivemos numa sociedade marcada pela cultura urbana, que penetra até os rincões do mundo rural e influencia o comportamento social, econômico,  político e religioso das pessoas, comunidades, pastorais e movimentos sociais. As CEBs, como seguidoras de Jesus Cristo, não poderiam deixar de refletir sobre esses desafios.

Assim, o 7º Nordestão procurou ser um espaço de reflexão desses desafios. No primeiro dia o assessor Pe. Anastácio nos levou a refletir sobre a CIDADE HOJE, a partir da realidade do Nordeste.  Em seguida, nos reunimos em sete  tendas, cujos nomes fizeram memória à mártires e militantes da caminhada. Tendas: Antonia Flor: CEBs e a vivência do sagrado no mundo urbano; Manuel Berto: CEBs meio ambiente e saneamento básico; Frei Juvenal: CEBs e as experiências exitosas no mundo urbano; Índio Mandu Ladino: CEBs e o enfrentamento da violência na construção da cultura de paz; Marilene de Jesus: CEBs e a política no Brasil; Flaviano: CEBs e o mundo do trabalho na economia globalizada; José M. do Tomé: CEBs e a manipulação da informação. No segundo dia, com a assessora Hermínia e o assessor Pe. Vileci, refletimos que, tanto no 1º como no 2º Testamento a vida urbana desafiava o Povo de Deus, inclusive, as primeiras comunidades cristãs agiam e atuavam nas cidades.

O Papa Francisco foi constantemente lembrado, por sua Carta Encíclica "Laudato Si" e por seu testemunho profético.

Que todas as Comunidades e Igrejas recebam nosso grande abraço, e continuemos unidas numa grande rede, nos engajando para o enfrentamento aos desafios da cultura urbana, a fim de que nossa sociedade seja mais justa, pacífica, solidária, conforme o Projeto do Senhor Jesus Cristo.


Da Olaria das Comunidades - Teresina-PI, 10 de Julho de 2016

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

ESCOLA FÉ E POLITCA DA INICIO A 4ª TURMA.


“A fé é um dom que nos vem de Deus através da Igreja - da comunidade dos que crêem. A política é uma ferramenta que exige aprendizagem”

Inspirados por estes princípios,  40 alunos vindos de diversas paróquias de nossa diocese e da diocese de Caruaru, estiveram reunidos para abertura da Quarta Turma da Escola Fé e Política Irmãos Juvenal Bomfim e Gabriel Hofstede. O Encontro foi realizado no Recanto Franciscano Nossa Senhora de Guadalupe – Sítio Cruz, debatendo as temáticas: Conceito de Fé e Política e Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 – Casa Comum, Nossa Responsabilidade.

Estiveram compondo o grupo também, os alunos concluintes da Terceira Turma, que refletiram às luz da Palavra de Deus o projeto de construção da Sociedade do Bem Viver, estes receberam os certificados durante a Celebração  Eucarística.


Após um final de semana de muito aprendizado e convivência fraterna, retornamos as nossas casas, com a missão redobrada de trabalhar para combater a pobreza, devolver a dignidade aos excluídos e, simultaneamente, cuidar da natureza; fazendo acontecer o Reino de Deus entre nós.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

PASTORAIS DA JUVENTUDE LANÇAM CARTAZ DA SEMANA DA CIDADANIA 2016

As Pastorais de Juventude da CNBB (PJ, PJE, PJMP e PJR) lançaram, neste sábado (06), o cartaz oficial que ilustrará a Semana da Cidadania de 2016 (SdC 2016).

Nesta edição, a SdC ocorre entre os dias 16 e 23 de abril e traz como tema “Juventude e Bem Comum” e o lema “Unidos por uma luta comum: terra, teto e trabalho”.

Iluminados pelo Evangelho de Mateus (5,6) “Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados”, a Semana se encontra em sintonia com a temática da Campanha da Fraternidade 2016. O objetivo principal desta atividade é fazer com que a juventude reflita mais profundamente, em grupo, algumas ações presentes em seu cotidiano, convidando-a a se organizar em torno de projetos práticos, com reflexos na sociedade, visando a transformação social, em comunhão com a Igreja e outros organismos da sociedade civil.
___
Confira também a página que lançamos para ajudar a dinamizar os processos das atividades permanentes: https://www.facebook.com/atividadespermanentes/?fref=nf 

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Novo site das CEBs no Brasil




O SEMINÁRIO NACIONAL RUMO AO 14º INTERECLESIAL DE CEBs, esteve acontecendo na cidade de Londrina-PR, com a participação de representantes dos 18 Regionais da CNBB, com o objetivo de preparar o proximo grande encontro celebrativo das CEBs do Brasil e da América Latina. Aproveitando o evento foi lançado o novo site das CEBs no brasil, não deixe de conferir!